Tendências Naturebas Pets

Quem somos

Meu nome é Sonali Rebelo, essencialmente indiana e paulista, mas brasileira e carioca de coração. Apesar de ter vivido grande parte de minha vida na Cidade Maravilhosa, guardo carinho, saudades e bagagem de cada lugar onde tive o privilégio de um dia morar. São Paulo, Cidade do México, Chicago, Melbourne, Goa, Londres e Rio de Janeiro. Lugares, cheiros, sabores, músicas, culturas, línguas, povos, estilos, dinâmicas, família, instituições, amigos… Tantos amigos e pessoas incríveis que conheci! Foram muitos estímulos que moldaram a minha formação, que me impulsionaram, cada um de uma forma, para um enriquecimento espiritual, emocional, cultural… Mas ainda tenho muito o que aprender.

Minha formação profissional é em Medicina Veterinária, com pós graduação em curso Homeopatia Veterinária (IHB), certificação em Nutrição de Carnívoros e Naturopatia (ACAN) e membro da American Academy of Veterinary Nutrition (AAVN). Já trabalhei com clínica de cavalos de salto e de pets, mas me encontrei mesmo dentro da Nutrição Clínica de cães e gatos, onde venho trabalhando desde 2010. Além disso sou mãe adotiva de 6 focinhos lindos, dona de casa neurótica, filha caçula de pais corujas, NERD de internet, praticante assidua de Muay Thai, estudante compulsiva de terapia nutricional, dona e editora deste site.

Porque estou dando tantos detalhes sobre mim? Pois estes detalhes, em conjunto, falam muito mais sobre mim do que um simples currículo, ou um relato de como me sinto hoje. Este é o olhar integralista de minha proposta.

E para tentar penetrar ainda mais profundamente na saúde dos animais, dedico grande parte da minha vida hoje a ampliar uma área ainda muito pouco explorada dentro da medicina veterinária: a nutrição e a medicina preventiva.

Atribuo a realização deste projeto a um caminho longo de autoconhecimento. Acredito que ainda existe muito o que aprender e espero conseguir valorizar o que cada aprendizado tem me oferecido através da melhora da qualidade de vida de muitos focinhos ao longo dessa jornada.

Como tudo começou?

Em meados de 2008, ainda recém formada, trabalhando com clínica médica e a minutos de comprar um bichano de raça definida, me deparei com o seguinte comentário:

“Você sabe o que seu pet está comendo? Será mesmo que a melhor e mais saudável alimentação vem de um produto super-processado, contendo aditivos químicos e subprodutos, entre outros ingredientes desconhecidos? Reflita novamente e tome uma atitude a favor da saúde do seu amigo.”

Confesso que foi um comentário que me intrigou muito, pois a minha primeira reação como recém formada (ou melhor, recém-bitolada :P) foi rejeitar. Afinal, minha formação acadêmica me moldou para pensar que o alimento industrializado, desde que de qualidade “Premium” ou melhor, seria suficiente para manter a boa saúde de meu pet. Mas com o incômodo que aquele texto me causara, fui pega “refletindo novamente” e, com um sorriso amarelo, fui me envergonhando por nunca ter me arriscado a pensar “fora da caixa”. Percebi que mesmo no meio de tanto conhecimento novo, são muito importantes a crítica e a reavaliação de informações que às vezes recebemos como se fossem verdades absolutas.

Contestar é difícil. Ir contra o senso comum é complicadíssimo. Mas uma coisa eu aprendi – não existem verdades absolutas. Os conhecimentos estão sempre sendo reavaliados, reciclados e atualizados, é necessário andar junto com a evolução, sempre questionando se as verdades absolutas de antigamente ainda se sustentam com as novas descobertas da ciência.

Por este motivo decidi abrir minha cabeça, estudar, procurar por novas informações, refletir e chegar às minhas próprias conclusões. Convido vocês a fazerem o mesmo e a encontrar o que mais se adapta aos seus valores e possibilidades.

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

Albert Einstein

Adotar é tudo de bom!

Outra grande mudança que ocorreu, foi a minha visão de que um animal de raça e comprado ainda filhote seria a única forma para se ter um pet saudável e equilibrado. Hoje vejo como estive enganada. Apesar de criadores idôneos terem uma ótima experiência em seleção de raças e temperamentos, infelizmente, na maioria dos casos, o filhote que você pode estar adquirindo num pet shop por centenas de reais ou na rua em uma caixa de papelão num ato de boa ação, pode ter sido obtido sem nenhum controle genético, de pais mantidos em condições precárias como máquinas de fazer dinheiro.

Apos refletir bastante, percebi que minha vontade era apenas de ter bons companheiros peludos. Minhas preferências eram por gatinhos sociáveis e carinhosos, e por cães de porte médio-grande, carinhosos e menos vocais. Então lá fomos nós, procurar nossos companheiros idealizados e diante de tantas opções, tamanhos, pelagens cores e personalidades, escolhemos 5 peludos (em um período de 1 ano) P-E-R-F-E-I-T-O-S! E depois de um bom banho, uma alimentação caseira balanceada e poucos meses, deparei-me com 5 animais lindos. Até hoje me param na rua para perguntar a raça das minhas cadelas tutti-frutti e elogiam o brilho e a maciez da pelagem dos meus tomba-gatos.

Não tenho muito o que dizer sobre suas linhagens reprodutivas, ou sobre o padrão de suas raças, mas tenho o maior orgulho de contar sobre os desafios por quais passaram, suas vitórias e o nosso final feliz.

Por causa dessa incrível experiência é que senti a necessidade de lutar pela adoção de peludos vira-latas, que além de serem companheiros sensacionais, precisam desesperadamente de um lar.

Vocês lembram do Blog?

Inicialmente o site começou como um blog caseiro conhecido como “Você sabe o que seu pet está comendo?”. A intenção era causar curiosidade, da mesma forma como aconteceu comigo.

Após um início inseguro, percebi que as informações ali postadas sobre alimentação fresca para pets eram muito inovadoras para a maioria das pessoas, que estavam acostumadas a escutar algo muito diferente durante tantos anos. Veterinários e donos de pets sentiam-se inseguros com um conceito tão novo. Percebi também que, competindo com a praticidade da ração, meus argumentos precisavam ser fortes! Mas acreditei que assim como já havia acontecido em tantos outros países, essa tendência chegaria ao Brasil também, mas não sem muita luta, educação e divulgação.

Apesar de ainda existir um caminho longo a ser percorrido, percebo que a nutrição fresca ganha maior destaque conforme sua aplicação se mostra simples e seus resultados visíveis. Acredito que ela está sendo crescentemente reconhecida como uma opção viável e superior de alimentação e se tornando parte da clínica veterinária como uma importante aliada em tratamentos clínicos de animais enfermos.

E enfim, o final dessa história.

Não sou contra a opção industrializada. Acredito que sua existência é fundamental para atender a ocasiões em que a praticidade é um fator determinante, como a alimentação em massa ou para aqueles que não podem ou não querem abrir mão da praticidade do alimento pronto. O problema está na qualidade do que temos disponível no mercado pet brasileiro. Comparado às opções industrializadas que existem já há muitos anos no exterior, como as rações grain-free (sem grãos), sem subprodutos, sem transgênicos, o Brasil está muito atrasado. Por este motivo indicar uma marca “ótima” hoje é muito complicado! Acredito que a indústria está começando a perceber que esta tendência é apenas uma evolução e que existe um enorme leque de oportunidades para serem exploradas comercialmente. Mas até que essa aceitação aconteça, a alimentação fresca será considerada uma pedra no sapato da indústria e a briga nem sempre é justa.

Enfim, por estes e por tantos outros motivos é que criei esse site. Meu dever como médica-veterinária é zelar pela saúde e bem estar dos meus pacientes. Minha paixão pelos animais e por tudo que essas criaturas conseguem trazer de positivo para nossas vidas me faz sentir a obrigação de alertar e divulgar informações para quem se interessar em tomar uma atitude diferente. Assim, o leitor poderá refletir e chegar à sua própria conclusão. Opiniões pessoais à parte, meu objetivo é que você sempre tome uma decisão bem informada, seja ela qual for.

Compartilhe nas Redes Sociais