Tendências Naturebas Pets

Lola

"Alimentação 100% Natural – Você e seus pets já estão preparados?"

Do que consiste a Alimentação Natural?

 

AN collage

1. Foto Pets – www.cachorroverde.com.br, 2. Arquivo pessoal – Foto: Clau Cicala, 3. Arquivo pessoal, 4. Paciente Sushi – www.cachorroverde.com.br, 5. www.caninecancerdiet.com

Para quem está apenas começando, está pode ser uma dieta um tanto quanto intimidadora, afinal ossos crus? carnes cruas? vísceras?!

Realmente ela causa um certo espanto para quem esperava um arroz com frango desfiado e cenoura ralada.

Mas tentem passar por cima dos preconceitos iniciais, pois, alem de muito mais interessante, ela é extremamente saudável e fácil de preparar, uma vez que não exige nenhum cozimento!

Vamos ao que interessa?

A dieta básica consiste em 4 ingredientes principais:

ossos crus krisannriorawfeedingcom

      Foto: www.krisannriorawfeeding.com

1. Ossos Carnudos Crus (Raw Meaty Bones): Estas são peças de ossos crus, contendo um pouco de carne e que o animal conseguirá ingerir e digerir completamente.  Os melhores são os ossos de aves, pois estes são pequenos e mais fáceis de comer, especialmente por animais de micro, pequeno e médio porte.  Outros ossos interessantes para animais de porte grande são alguns recortes de osso suíno e bovino.

Ex. Pescoço de frango/peru, cabeça, coxa, asa, carcaça, pé, osso do peito de frango, costela de porco, rabada, paleta de boi.

Observação: Para escolher o osso carnudo mais adequado para seu cão/ gato use o bom senso.  O osso carnudo precisa ter o tamanho adequado para o animal conseguir comer.  Para animais mais gulosos e que comem com muita voracidade, escolha ossos que são pelo menos o dobro do tamanho da boca aberta do animal, para evitar que sejam engolidos inteiros! E evitando também ossos muito duros como ossos longos contendo tutano (fêmur bovino) que são duros demais e podem fraturar os dentes dos cães! Os outros ossos são seguros e facilmente digeridos por cães e gatos. Caso fique inseguro na hora de escolher o osso mais adequado, você pode optar por pescoços de frango que contêm ossos redondos e muito seguros para cães de qualquer tamanho, ou optar por uma dieta balanceada, sem ossos.

carne desossada

2)   Carne desossada crua carne de qualquer espécie cortada em cubos ou files. Para

Algumas opções incluem carne de frango, ovos, boi, porco, peru, pato, cordeiro, coelho, peixes, frutos do mar, rã, avestruz, jacaré, cobra.  Outros alimentos que encontram na categoria carne são: ovos, língua, coração de boi e porco, moela de frango e bucho.balancear a dietas, estas carnes deverão passar por um rodízio, variando entre espécies sempre que possível para não empobrecer os teor de aminoácidos encontrados nas proteínas.

Todas deverão ser carnes para consumo humano e que passaram por fiscalização sanitária! Não é necessário variar entre todas estas opções, tudo dependerá da disponibilidade do alimento e do preço que é acessível a você, e quanto mais você variar mais nutritiva será a alimentação.

Gordura: este é um nutriente bem vindo e animais saudáveis não deverão receber uma alimentação magra demais.  Apenas retire o excesso de peças gordurosas demais.

Foto: 1. Lingua de boi, 2. filé de peixes (www.cpt.com.br), carne de frango, carne de boi, ovo (www.liberoalimentos.com.br), moela de frango.

3)   Vísceras cruas órgãos de qualquer espécie que passaram por fiscalização sanitária, e, portanto são para consumo humano. Algumas opções incluem fígado, coração de frango/peru, rim, moela, pulmão, baço, pâncreas, ovas… e o que mais vocês conseguirem encontrar por ai!

 m1

 Foto: www.krisannriorawfeeding.com

 

4) Ossos recreacionais – Estes são ossos maiores, contendo um pouco de carne e outros tecidos como cartilagem, tendões e ligamentos.  Estes ossos são oferecidos crus mas cães não conseguem ingerir-los completamente.  Sua função é substituir uma refeições permitindo que o cão se distraia roendo-os.  Ao roer estes ossos, eles raspam o tártaro dos dentes, deixando-os sempre limpos! Estes ossos são ainda mais eficientes que os ossos carnudos e cães adoram!

ossos recreativos

Foto: 1. Arquivo pessoal, 2. www.cms.nw-natural.net, 3. (Reconhece a foto? Me ajude a colocar os créditos!), Arquivo pessoal, 5. www.cachorroverde.com.br

Para uma alimentação saudável e balanceada os primeiros 3 ingredientes deverão ser oferecidos nas porcentagens corretas e a alimentação deverá ser bem variada.

Outros ingredientes podem ser incluídos e agregam muitos outros nutrientes a alimentação quando oferecidos em quantidades corretas.

 fresh vegetable

Foto: www.herdaily.com

 

 5)  Frutas, legumes e verduras – são alimentos ricos em vitaminas, minerais, elementos traço, antioxidantes e ainda agregam fibra (importante para saúde intestinal) para a dieta.

 6) Alimentos funcionais – Estes são alimentos com propriedades medicinais e que podem ter bastante valia na nutrição de cães e gatos.

Alguns exemplos incluem o azeite de oliva, óleo de peixe, alho cru, castanha do Pará, spirulina, iogurte natural, levedo de cerveja, etc.

O equilíbrio errado dos alimentos pode agravar algumas doenças e ocasionar outras. Para descobrir a quantidade e proporção de cada alimentos é importante uma visita a um médico veterinário especialista em Nutrição Clínica de cães e gatos. Ele irá examinar o animal e formular a dieta adequadamente para suas necessidades, oferecendo-lhe as orientações apropriadas para tornar a prática de oferecer uma alimentação caseira fácil e instintiva.

Um forte abraço a todos e muito obrigada pela visita!

Sonali Rebelo
Médica Veterinária
CRMV RJ 10952
Nutrição Clínica

 

Compartilhe nas Redes Sociais