Tendências Naturebas Pets

Mixuruca

"Nutrição e medicina preventiva de cães e gatos"

Balanço Nutricional – Bicho-de-sete-cabeças?

O que significa balancear uma dieta?

  Piramide alimentar dos carnívoros

Balancear uma dieta significa combinar um conjunto de alimentos que visam fornecer todos aqueles nutrientes necessários para um bom funcionamento de células que compõem um organismo vivo, alem de seu crescimento, desenvolvimento e manutenção.

Estes alimentos, entretanto, precisam conter nutrientes essenciais como:

Proteínas, Gorduras, Carboidratos, Vitaminas e Minerais 
e Elementos traço

 

Para balancear uma dieta é necessário primeiro entender quais são as necessidades nutricionais do indivíduo.  E para isso é necessário analisar os seguintes fatores:

Ordem taxonômica – Distingue animais pela sua semelhança morfológica e funcional. Por exemplo, a ordem Herbívora, se alimentam de produtos de origem vegetal. Ordem Onívora, de produtos de origem animal e vegetal.  E Ordem Carnívora, somente de produtos de origem animal.

 Foto 1: Vaca – herbívoro                      Foto 2: Homem – onívoro                    Foto 3: leão – carnívoro

 Espécie – Cada espécie tem uma exigência nutricional diferente que respeita a sua fisiologia e metabolismo.  Um exemplo é o cão e o gato, ambos animais carnívoros, mas possuem necessidades nutricionais diferentes por peculiaridades de suas espécies. 

 

 Fonte: wallpaper4desktop.net

Fases da vida  – Cada fase da vida necessita de uma abordagem nutricional diferente. Um filhote que está em fase anabólica de crescimento e desenvolvimento é diferente de um animal adulto que iniciou sua fase catabólica e têm necessidade de manutenção.
Saúde  – Dependendo da condição de saúde do animal, ele pode ter restrições e necessidades nutricionais diferente de outros animais.
Nível de atividade  –  O gasto calórico dos animais é proporcional ao nível de atividade.  Animais atletas necessitam ingerir mais calorias do que animais sedentários.
Porte  – Animais menores tem metabolismo e gasto calórico mais acelerado que animais maiores.

Fonte: evimeriapartnership.com

Raça  – Densidades calóricas diferem entre raças de pequeno e grande porte, principalmente em fase de crescimento. Também algumas raças possuem características peculiares (focinho achato/ pelagem longa) e também podem apresentar suscetibilidade a certas enfermidades (displasias/ alergias). Mas tanto um Golden Retriever (displasias articulares) como um West Highland Terrier (alérgico) podem se beneficiar com uma dieta rica em protetores articulares e de um bom equilíbrio de ômegas 3 e 6 (bom para a pele).  E através da flexibilidade da dieta caseira temos a vantagem de poder abordar as necessidades nutricionais, não apenas baseadas particularidades da raça como também nas necessidades nutricionais do individuo.

Tenho que oferecer todos os nutrientes em todas as refeições para a alimentação ser balanceada?

Não necessariamente. Isso só é possível através de um alimento fortificado como é o caso de alimentos fortificados com suplementação vitamínico-mineral. Estes são formulados para conter todos os nutrientes por “mordida”.

 Na dieta caseira isso é impossível e desnecessário.

 O balanço nutricional é atingido com a variedade oferecida ao longo do tempo.  Quanto mais variada, mais rica e nutritiva passa a ser a alimentação, até mais que um alimento fortificado. Ela segue, em parte, a mesma teoria da alimentação humana.

A vantagem é que dessa forma é mais difícil conseguir um desequilíbrio nutricional do que um alimento contendo nutrientes sintéticos, pois estes nem sempre são bem metabolizados e aproveitados pelo organismo.

O motivo pra isso, se resume a uma termo muito importante na nutrição:

BIODISPONIBILIDADE

O que significa Biodisponibilidade?

Um alimento com alta biodisponibilidade é um alimento que contem nutrientes que facilmente são digeridos, absorvidos e utilizados pelo corpo.

Um nutriente sintético demanda mais esforço do organismo e sua absorção e utilização nem sempre é completa. E é por isso, que nutricionistas insistentemente recomendam que quando há opção, é preferível optar por produtos naturais ao invés dos processados, que precisam ser “fortificados” com suplementos sintéticos.

Mas a idéia de balancear uma dieta para meu animal parece tão abstrata!  Como fazer de forma correta? Que alimentos posso e não posso dar?

Uma boa consulta com um profissional atualizado em nutrição caseira de cães e gatos poderá orientar quanto às necessidades nutricionais do seu animal. Ele é a melhor pessoa para lhe orientar quanto aos alimentos apropriados e inapropriados, a proporção entre os alimentos, e desta forma atender as necessidades especificas do seu animal de forma pratica e instintiva no dia a dia.

Dar comida de verdade para seu peludo, não é um bicho de sete cabeças, mas necessita de orientação de quem entende sobre o assunto.  Com um pouco de dedicação, organização e principalmente de muito amor e carinho para que se torne algo agradável e principalmente prático!

 Tenho certeza que a saúde e o bem estar do seu amigo recompensará o esforço de fazer a transição!

Um forte abraço a todos e obrigada por visitar!

Sonali Rebelo
Médica Veterinária – CRMV RJ 10952
Nutrição Clínica

Compartilhe nas Redes Sociais